James Bay Brasil

18
/11/

TOP 5: Os melhores covers de James Bay.

Quem não ama quando tem um cover bem feito de um clássico?! James Bay sabe mais do que ninguém como dominar esse mundo das versões. Vamos ao top das 5 melhores feitas por ele!

1ª – “If I Ain’t Got You” – Alicia Keys

Não tinha como essa não ser a primeira da lista. A versão foi gravada durante o Spotify Sessions de 2015 e tem mais de 60 milhões de streams no aplicativo. Esse ano, os dois finalmente se encontraram e cantaram juntos “Us” no palco da final do The Voice. Foi insano! 

 

2ª “Hymn For The Weekend / Yellow” – Coldplay

“Hymn For The Weekend” foi gravada no Live Lounge em 2016, a versão foi muito elogiada na internet e até pela própria banda no Twitter. O segundo cover foi “Yellow”, apesar dos seus 1 minuto de duração todo mundo amou e ainda queremos uma versão completa para chamar de nossa! Como o James é fã de Coldplay, essa lista só deve ir aumentando, né?!

3ª “Simply The Best” – Tina Turner

Essa versão acústica está impecável com a ajuda dos vocais de Frida e Senab (backingvocals na banda de apoio). As duas chegaram esse ano e abrilhantaram a “Electric Light Tour”, donas de vozes poderosas elas dão uma nova cara à banda e a turnê.

4ª “Delicate” – Taylor Swift

A versão foi gravada para o Live Lounge desse ano, está completamente diferente da original e é um daqueles casos que supera no bom sentido! A própria Taylor Swift o elogiou no Twitter e seus fãs fizeram o mesmo.

5ª “Shake It Out” – Florence and the Machine

 O cover foi gravado no Live Lounge de 2015 e se depender da gente vai ser lembrado até hoje!

 

E aí, vocês concordam? Espero que sim!

 

Até a próxima,
Beca

Postado por
Arquivado em Destaque, TOP5
09
/11/

TOP 5: Os melhores looks do James Bay!

James Bay arrebenta cantando e tocando guitarra, o que não é novidade para ninguém. Ele é dono de uma beleza inexplicável, fica bem com cabelo grande ou curto, e sempre consegue se vestir bem. Esse top 5 poderia se chamar “As 5 melhores jaquetas”, porque ele tem uma coleção imensa de jaquetas, mas vamos um descontinho. Veja a opinião da equipe do James Bay Brasil sobre os melhores looks de Bay!

Número 1: Além de um ótimo compositor, James Bay é multi-talentoso. Ele desenhou a própria linha de roupas para a marca Topman. Esses dois looks fazem parte da enorme lista das roupas que mais gostamos da linha do cantor.

Número 2: James Bay foi receber o prêmio de Melhor Artista Solo no Q Awards com uma blusa com estampa de dinossauro e esse terninho xadrez da marca Topman.

Número 3: CLÁSSICO! Em 2015, James Bay foi convidado para assistir o desfile de roupas da Burberry e vestiu um dos casacos da coleção. Ele usou por muitos anos o mesmo casaco.

Número 4: Mais um look da Burberry, mas agora em 2018, com cabelo cortado!

Número 5: O último, que é super básico e elegante. James Bay compareceu com um terno da Topman ao evento “Homem Do Ano no Q Awards.

 

  • Na sua opinião, faltou algum? Conta pra nós lá no nosso Twitter.

Vejo vocês na próxima coluna, baes!
Beijos, Becah.

Postado por
Arquivado em Destaque, TOP5
02
/11/

TOP 5 MÚSICAS INJUSTIÇADAS DA CARREIRA DE JAMES BAY.

Todo artista tem músicas antigas que são “as queridinhas da galera”, que aparecem em séries, filmes, ganham milhões de covers pelo mundo, mas que não viram single ou ganham um vídeo clipe oficial. Pensando nisso, decidimos perguntar em nossas redes sociais e vocês nos ajudaram a formar a lista com as músicas. Vamos lá:

Número 1: Stealing Cars
A música é do EP de estreia intitulado “The Dark Of The Morning” lançado em 2013. Ano que James Bay deu início a uma série de vídeos amadores acústicos gravados nas ruas de Londres e postados em seu canal no YouTube. “Stealing Cars” fala sobre a dificuldade de se acostumar com uma nova realidade e aceitar mudanças. Ele se apega ao passado e por isso propõe que o interlocutor jogue pedras, roube carros e vague com ele fazendo uma série de coisas “ruins”. Essas coisas “ruins” são uma metáfora para aproveitar a companhia um do outro, sem pensar em possíveis consequências e aproveitar o presente sem se importar com o futuro. Com seus quase 4 milhões de visualizações e 28 milhões de streams no Spotify a música segue encantando os fãs novos e antigos.

Número 2: Clocks Go Forward
A música também é do EP de estreia “The Dark Of The Morning” de 2013 e segue a mesma linha de vídeos mensais acústicos que o James postava na época em seu canal: “Move Together”, “When We Were on Fire”, “Need The Sun To Break” e “Clocks Go Forward” fizeram parte do projeto. “Clocks Go Forward” é sobre esperança, estar passando por um momento difícil mas ter a esperança que irá conseguir superar e tudo ficará bem no final. Atualmente, a música está com quase 17 milhões de streams no Spotify e 5 milhões de visualizações no YouTube.

Número 3: Incomplete
A música faz parte do primeiro álbum de James Bay, intitulado “Chaos And The Calm” lançado em 2015. Se engana quem pensa que ela foi totalmente injustiçada. A canção apareceu na setlist dos shows durante a turnê do disco e sempre foi muito aclamada pelos fãs. Incomplete se trata de um reencontro depois de muito tempo ou de talvez um adeus. James quer dizer que eles só são completos juntos, mas que devem continuar tentando ficar juntos, mesmo afastados, por isso o trecho: “serem incompletos”. O mundo está nos afastando, e nós só estamos completos se estivermos juntos, mas eu não quero desistir de você, nem você de mim, então vamos tentar ficar juntos mesmo distantes. É como um relacionamento à distância temporário. Com mais de 42 milhões de streams no Spotify, a música é a mais ouvida do álbum ficando atrás dos singles lançados que ficaram mundialmente conhecidos. Os vídeos não oficiais com a música chegam a 20 milhões de visualizações. A música não ganhou um vídeo clipe e por isso entra para a nossa lista. Afinal, todo mundo concorda que “Incomplete” tinha potencial para ser hit como “Hold Back The River” e “Let It Go” foram.

Número 4: Running e Hear Your Heart
Por que colocamos as duas juntas? A injustiça é em dose dupla, porque ambas foram lançadas no EP “Let It Go” em 2014. Se você acompanha o James nas plataformas musicais vai entender. Esse EP está sempre indo e voltando por lá e uma coisa que ninguém esquece, é que são duas músicas incríveis. “Hear Your Heart” é sobre apoio. Traz a mensagem de que você não precisa contar todos os seus segredos para alguém. Você só precisa saber que ela está contigo e que você pode contar com ela. Ele quis dizer sutilmente que o carinho é, muitas vezes, mais importante para consolar alguém, do que palavras. Atualmente, ela está com mais de 9 milhões de streams no Spotify. “Running” é sobre nunca desistir, sempre continuar acreditando e saber que você nunca está ou estará sozinho, que sempre terá alguém no mundo torcendo por você e pelo seu sucesso. A música foi tema de uma campanha esportiva da BBC em 2016, que arrecada fundos para pessoas mais necessitadas ao redor do mundo. Atualmente, a música tem quase 16 milhões de streams no Spotify.

Número 5: Wanderlust
Não podíamos deixar o novo álbum, “Electric Light”, que foi lançado esse ano, fora dessa lista. A música tem uma pegada gostosa como a de “Pink Lemonade” e é sempre pedida nos shows. “Wanderlust” é sobre se desculpar pelas vezes que deveria ligar para alguém e não ligou, pelas vezes que quis correr atrás de alguém ou algo mas não o fez. A palavra ‘Wanderlust’ parece ter um significado além do “grande impulso por viagens”, parece ir além e significar algo como impulsividade, como querer fazer o que é certo mas não conseguir por causa da impulsividade. 

 

  • As histórias por trás das músicas, você encontra clicando aqui.
  • Todas as músicas que aparecem em filmes ou em séries, você encontra aqui.

Acha que faltou alguma música nessa lista? Conta pra gente em nosso Twitter

 

Vejo vocês na próxima coluna, baes!
Beijos, Becah.

Postado por
Arquivado em Destaque, TOP5