Para o mês do orgulho gay, a Billboard pediu para vários artistas escreverem cartas de amor para a comunidade LGBTQ. Confira abaixo o que James Bay escreveu:

“Vivemos em tempos muito perturbadores. De líderes mundiais divisivos à novas tecnologias, muitas coisas querem nos afastar da interação uns com os outros e ter experiências compartilhadas que podem trazer compaixão e empatia. Me parece que talvez toda geração se depare com uma decisão; para absorver o conhecimento, mas deixar que exista um status quo no qual nós continuamos com ideias e mensagens transmitidas por líderes desatualizados de outra época, ou trabalhar ativamente para fazer mudanças. Reconhecer que a mudança é necessária pode ser complexo, mas agir de acordo com ela em nossas vidas diárias exige coragem e bravura. Mas as recompensas significam que todos nós podemos expressar nossa identidade mais completamente.

Eu comecei a compor músicas porque tinha algo dentro de mim que eu só conseguia expressar dessa maneira. E, como todo mundo, estou tentando entender mais sobre mim mesmo e como todos nós existimos no mundo. Como nos unimos em torno de forças do bem, podemos nos emendar, seguir em frente, melhorar e viver juntos neste mundo? Música e desenhar se tornaram meus jeitos de entender as coisas quando era criança — resolvendo problemas tocando guitarra, deixando minha mente pensar com tinta ou um lápis na minha mão. Isso virou algo constante na minha vida — explorando o melhor e pior de emoções ou situações, reais ou imaginárias, através da criatividade. Eu imaginei um futuro caracterizado por dar às pessoas o que elas talvez não soubessem que queriam, e agradeço por um mundo que celebra a experimentação. Estamos todos aprendendo.

Meu trabalho significa que eu tive sorte o bastante para viajar pelo mundo e ver em primeira mão como a bravura dos outros significa que nosso mundo está se tornando mais consciente, amoroso e o mais importante, mais igual. E isso deveria ser celebrado todos os dias.

Vamos encorajar um ao outro e acreditar no poder da individualidade.

James x”

 

Fonte | Tradução e adaptação: Equipe James Bay Brasil – Não reproduzir sem os créditos.