James Bay prometeu surpreender seus fãs com seu segundo álbum de estúdio.

O criador do hit Hold Back The River voltou para sua casa em Hertfordshire, Inglaterra para trabalhar na sua continuação do enorme sucesso do ano passado “Chaos and The Calm” e ele diz que esse álbum, que inclui hits como “Let It Go”, “Scars” é “Best Fake Smile” é apenas uma amostra do que ele é capaz de fazer.

Ele contou para o jornal London Evening Standard: “Eu absolutamente preciso superar o álbum anterior. Eu vejo Chaos and The Calm como o primeiro estágio, e ele estabeleceu um padrão.”

“O segundo estágio precisa superar em todos os níveis. Alguém me disse recentemente: ‘Bom, te vejo em breve em arenas’ e eu respondi: ‘Sim, claro! Sem dúvidas.”

O cantor de 26 anos diz que seu objetivo final é fazer shows em arenas. Ele acrescenta: “É essa a direção e depende de mim tornar isso real.”

O próximo álbum de James, provavelmente será lançado em 2018, e o cantor tem passado a maior parte do tempo dentro do estúdio, depois de dois anos em turnê. Embora James tenha adorado estar em turnê, ele está amando o desafio de trabalhar em um material novo. Recentemente divulgou: “Nós ficamos em turnê por um longo tempo e eu realmente gostei disso. A única coisa que me fez sentir um pouco negativo sobre isso no final, foi que eu amo essas músicas, mas eu realmente queria apimentá-las com um material novo. Então, é isso o que eu estou fazendo agora e eu está sendo fantástico fazer isso.”

E ao mesmo tempo que Bay sente falta da turnê ele, ele diz que gravar novas músicas é uma experiência similar. “Eu sinto falta de estar em turnê, é uma experiência maravilhosa e uma aventura maravilhosa. Todo dia é uma coisa nova. Você está tocando pra pessoas que nunca viu, em uma cidade nova – todos os dias você acorda e olha pela janela e as coisas lá fora são diferentes do dia anterior. Eu sinto muita falta disso. Mas agora é uma aventura parecida, fazer novas músicas. Toda vez que eu faço uma música nova eu penso que eu vou tocar essas músicas ao vivo em breve, e eu não posso ver a hora de subir no palco e tocar essas músicas.”

Fonte | Tradução e adaptação: Equipe James Bay Brasil – Não reproduzir sem os créditos.