James Bay Brasil

05
/02/

James Bay registra novas canções no BMI.

O que podemos esperar de James em 2017? Não sabemos, porém James disse em uma entrevista em Novembro que tiraria um tempo para focar em novas músicas.

Hoje, (5), James registrou não uma, mas três músicas no BMI, empresa que garante os direitos autorais de músicas ou composições antes mesmo de serem lançadas. As canções são intituladas como Shooting Me Down, Chapters e Carry On e traz a participações de compositores como Ian Jonathan Green e Martin Brammer, os mesmos que participaram da composição de When We Were On Fire, Stealing Cars e Clocks Go Forward.

Veja:

aaa

 

aaaaa

 

qaaaaa

 

Fica a dúvida no ar e a ansiedade já está correndo a solta para escutar a novas músicas do James!

Postado por
Arquivado em Destaque
05
/02/

James Bay registra uma nova canção com o nome de Shooting Me Down.

De acordo com o site BMI Repertoire, site onde cantores e compositores registram suas canções, James Bay teria registrado uma nova letra de música no site.  Infelizmente, o site não mostra as datas que as músicas são registradas oficialmente.

O nome da canção registrada é Shooting Me Down, como mostra a imagem abaixo:

aaaaa

 

Lembrando que, essa notícia pode ser um rumor. Esperamos que tenhamos algo concreto mais para frente!

Postado por
Arquivado em Destaque
24
/01/

Músicas de James Bay entram na trilha sonora do filme O Espaço Entre Nós.

A conta oficial do filme e o site IMDB confirmaram que a trilha sonora do filme contará com duas músicas do James, como Need the Sun to Break e Hold Back The River.

O filme é do gênero romance e conta com os atores Asa Butterfield e Britt Robertson. O filme estará nos cinemas a partir do dia 16 de Fevereiro de 2017!

Confira o trailer e a lista das músicas presentes no filme:

 

 

 

Sem título 2

 

Postado por
Arquivado em Destaque
23
/01/

#FÃDOMÊSJBBR: CONHEÇA O FÃ DO MÊS DE JANEIRO, Bianca Ramalho!


fa-do-mes

Aqui você irá encontrar entrevistas que fizemos com os fãs de diversas partes do Brasil. Todo mês, iremos escolher um fã por meio das nossas redes sociais e serão feitas perguntas relacionadas ao James, mas também deixaremos um espaço livre para que o fã comente sobre seus outros gostos pessoais. Conheça o fã do mês de Janeiro:

7fg4d6de
Nome:
Bianca Ramalho
Idade: 24 anos
Redes Sociais: Twitter l Instagram
Localidade: Guarulhos, São Paulo

 

JBBR: Como foi que conheceu e começou a gostar do James Bay?
FÃ:
Eu não sei se isso vai soar peculiar, mas eu comecei a ouvir falar muito no Bay em uma outra rede social de um outro ídolo meu. O pessoal dessa rede social elogiava muito o Bay, isso foi por volta de 2014… Então, eu comecei a perguntar para eles sobre o Bay e eles foram explicando a pegada Indie das músicas dele etc. Então, fui pesquisá-lo e foi amor à primeira vista. Primeiro que ele é inglês e eu amo artistas ingleses, o sotaque, a cultura. Tudo! Hold Back The River foi a primeira música que ouvi e me senti impactada, prestei atenção na letra e me lembrou uma época específica da minha vida que as vezes eu gosto de lembrar, outras não muito… Mas minha favorita é Let It Go. Aonde quer que eu fosse, de alguma maneira a música tocava em algum lugar. Desde então comecei a gostar do Bay porque ele meio que estava comigo em qualquer e lugar e acabei me interessando pelas outras músicas, e agora sou essa louca Pelo Bay, hehe. Fora o jeito carismático com que ele nos trata, aquela voz, aquele olhar. Me apaixonei completamente por ele.

 

JBBR: Como você espera que seja o show do James aqui? Tem alguma loucura que queira fazer quando ele estiver aqui? Se sim, conta pra nós!
FÃ:
Espero e tenho certeza que será aqueles shows aconchegantes, sabe? Que o público é calmo (mas nem tanto).

 

JBBR: Com qual música do James você mais se identifica, e por quê?
FÃ: Let It Go é minha música preferida por um único motivo: muitas pessoas podem interpretar a música como algum relacionamento que não está dando certo ou algo do tipo. A primeira vez que ouvi essa música eu estava em um momento da vida que acontecia um turbilhão de coisas comigo e eu estava tão cansada de tudo e todos, mas havia alguma coisa que me prendia nesse turbilhão de problemas, havia alguma coisa que eu não conseguia largar. Então eu interpretei a música como “Eu querendo me desapegar desse turbilhão”. Me identifiquei muito com “Apenas deixe para lá, deixe acontecer. Por que eu não posso ser eu mesma?” Eu resumi o refrão porque na minha cabeça eu só interpretava assim 😂 Foi então que eu me toquei que me preocupava muito com meu futuro e não vivia o presente. Let It Go abriu meus olhos, hoje tenho muito mais conquistas vivendo o presente do que antes quando me preocupava demais com os problemas e com os outros do que comigo mesma.

 

JBBR: Se você pudesse falar alguma coisa para ele, o que seria?
FÃ: Apenas 10 palavras: De todos os sonhos, você é o que mais peço.

 

JBBR: Fale mais sobre você. Sinta-se livre para falar de outras bandas que gosta, das suas séries preferidas, atores, filmes etc.
FÃ: Eu sou rockeira, daquelas gótica trevosa, meu gosto sempre foi bandas como Evanescence, Nightwish (época da Tarja) Shaman, principalmente Shaman, eu sou louca por eles, Lacuna Coil e por aí vai. A minha adolescência inteira foi baseada nisso. Até que meu gosto foi mudando. Comecei a gostar de outros estilos como punk, pop… A pegada mais calma como o Indie e hoje continuo rockeira mas ouço de tudo. Minha banda preferida é 30 Seconds To Mars, consequentemente meu ator favorito é o Jared Leto, preciso nem dizer o quanto eu o amo de paixão, os amo como a minha vida 😂 Sou cinéfila de plantão, amo demais qualquer tipo de filme, meu filme preferido é Curtindo a Vida Adoidado porque sou completamente louca por esses clássicos adolescentes dos anos 80. Quem curtir demais Supernatural me add porque é minha série favorita também. E por último faço dança do ventre, antes era apenas um hobbie que eu tive por causa da cultura que eu acho linda demais, mas agora meio que me sustento com isso por enquanto. Estudo biomedicina que é outra paixão incondicional da minha vida.

 

JBBR: Como conheceu o site James Bay Brasil e o que acha do site? Aceitamos sugestões, críticas, elogios, etc.
FÃ: Primeiro conheci a fanpage no Twitter (através da minha fanpage), eu decidi segui-los justamente porque eu adoro o Bay e pensei comigo “Por que não?” Entrando um pouco pro lado pessoal agora, fiz amizades com pessoas maravilhosas nessa fanpage e hoje somos grandes amigas. Na época que eu conheci o James Bay Brasil ainda não tinha site mas eu tava ali no canto torcendo pra vocês conseguirem fazer um (porque desde quando comecei a gostar dele eu não tive a sorte de encontrar um site tão bom e atualizado sobre o Bay como o de vocês), então vocês finalmente conseguiram saciar esse meu desejo pelo site 😂 e hoje acompanho o trabalho de vocês não somente como amiga, mas como leitora. Eu posso dizer que o trabalho que vocês fazem com o James Bay Brasil é maravilhoso, tudo organizado, um trabalho 100% dedicado à nossa apreciação, ao nosso gosto. Tudo feito com tanto carinho, eu realmente me sinto extremamente confortável quando falo com vocês e quando entro no site.

 

Se você quer ser o próximo fã do mês, é só interagir bastante em nossas redes sociais e torcer para ser escolhido!

Postado por
Arquivado em FÃDOMÊSJBBR, FÃDOMÊSJBBR
17
/01/

James Bay, Stormzy e Adele são os artistas mais influentes da Europa.

De acordo com o jornal The Irish News, as estrelas britânicas da música como Adele, James Bay e Stormzy foram nomeados entre os artistas mais influentes da Europa na lista 30 Under 30 pela Forbes.

James Bay e Stormzy entraram na coleção de elite da Revista Forbes -estrelas sociais-, juntando-se as pessoas como Tove Lo e Michael Kiwanuka.

Uma série de grandes nomes da indústria cinematográfica e musical também se juntou à eles no ramo assim como a atriz de Game Of Thrones, Sophie Turner.

O anúncio foi feito pelo perfil oficial da revista Forbes no Twitter:

– Conheça o #ForbesU30Europe de 2017:

James Bay se encontra na categoria Social Stars, que são rostos reconhecidos através mídia.

ble

Postado por
Arquivado em Destaque
06
/01/

James Bay irá lançar o Chaos And The Calm Live em MP3 ou não? Estamos curiosos!

Na última Quarta-Feira (4), James postou em seu Twitter que iria lançar o Chaos And The Calm Live na versão MP3 e o Twitter da Republic Records também postou, só que ontem, no dia 5, faltando poucas horas para o lançamento, a Republic Records e James excluíram todos os tweets falando do assunto.

Todos os fãs começaram a se perguntar se o lançamento iria acontecer ou não. Até que na madrugada, o site oficial do James anunciou a pré-venda do C&TC Live, como mostra a imagem abaixo:

 

E aí, mais uma vez, o tweet e o link para pré-venda foi apagado e excluído do site. PÕE O CASACO, TIRA O CASACO.

 

Os fãs começaram a se perguntar o que aconteceria então, e aí várias ‘ideias’ começaram a surgir: Será que eles resolveram tirar do ar e adiar o lançamento por ser no mesmo dia do lançamento do novo CD do Ed Sheeran? Será que eles decidiram cancelá-lo porque desistiram da ideia? Ou só adiaram mesmo? Fica aí o questionamento.

Esperamos ter a resposta em breve! 🙂


 

Postado por
Arquivado em Destaque
05
/01/

James Bay está pronto para novas músicas: “Está tudo fluindo.”

James Bay passou os últimos dois anos em turnê – as datas finais foram em Dezembro – e agora ele está dando um tempo para trabalhar em seu segundo álbum.

James disse que está apenas começando o processo de escrever novas músicas, mas que está muito feliz com o que  ele fez até agora. “Já arregacei as mangas e comecei a trabalhar”, disse ele à rádio ABC. “Estou procurando escrever e me inspirar em coisas novas, mas tudo está fluindo muito bem.”

Não houve conversa sobre o novo cd e o que podemos esperar sobre, mas James e Ryan Tedder do OneRepublic estão tentando coordenar os seus horários para que eles possam trabalhar juntos esse ano.

James Bay só irá tirar um tempo para fazer um show de caridade para o WaterAid que será dia 26 de Janeiro, em Londres. Todos que doarem 5 libras terá a chance de ganhar um ingresso para o show que será exclusivo.

Postado por
Arquivado em Destaque
04
/01/

As músicas de James Bay nas séries.

Em Dezembro, James Bay compareceu ao evento da rádio Mix 1041 onde foi questionado se assistia alguma série e se conhecia alguma série que tocou suas músicas durante algum episódio e ele respondeu que não havia conhecimento nenhum sobre essas séries e nem quais músicas já participaram de seriados. Nós do JBBR, juntamente com os fãs, fizemos uma pesquisa e listamos as séries que tocaram alguma música do James em seus episódios. Contém spoilers.

 

kakak

 

SERIADO: REIGN
EPISÓDIO: S02E16
MÚSICA: INCOMPLETE

 

 

aaaaa
SERIADO:
THE ROYALS
EPISÓDIO:
S02E06
MÚSICA: LET IT GO

 

 

aaaaa
SERIADO: ARROW
EPISÓDIO: S05E01
MÚSICA: HEAR YOUR HEART

 

 

aaaaa
SERIADO: SUPERGIRL
EPISÓDIO: S01E13
MÚSICA: LET IT GO

 

 

aaaaa
SERIADO: GREY’S ANATOMY
EPISÓDIO: S011E12
MÚSICA: LET IT GO

 

 

aaaaa
SERIADO: BEAUTY AND THE BEST
EPISÓDIO: S02E04
MÚSICA: STEALING CARS

 

 

aaaaa
SERIADO: THE VAMPIRE DIARIES
EPISÓDIO: S06E15
MÚSICA: LET IT GO

 

 

aaaaa
SERIADO: JANE THE VIRGIN
EPISÓDIO: S01E02
MÚSICA: LET IT GO

 

 

aaaaa
SERIADO: FINDING CARTER
EPISÓDIO: S02E04
MÚSICA: INCOMPLETE

 

 

aaaaa
SERIADO: FINDING CARTER
EPISÓDIO: S02E17
MÚSICA: HOLD BACK THE RIVER

 

 

aaaaa
SERIADO: THE MYSTERIES OF LAURA
EPISÓDIO: S02E12
MÚSICA: LET IT GO

 

 

aaaaa
SERIADO: THE NIGHT SHIFT
EPISÓDIO: S02E14
MÚSICA: RUNNING

 

 

aaaaa
SERIADO: NY MED
EPISÓDIO: S02E02
MÚSICA: STEALING CARS

 

 

aaaaa
SERIADO: SHAMELESS
EPISÓDIO: S05E05
MÚSICA: WAIT IN LINE

 

 

aaaaa
SERIADO: BATTLE CREEK
EPISÓDIO: S01E01
MÚSICA: WAIT IN LINE

 

 

aaaaa
SERIADO: COUGAR TOWN
EPISÓDIO: S06E04
MÚSICA: HEAR YOUR HEART

 

 

Postado por
Arquivado em Destaque
27
/12/

Saiba como foi o processo de gravação do cd Chaos And The Calm.

Trabalhar com o super produtor Jacquire King foi um sonho para James Bay. Nesta entrevista, King explica como foi o processo de gravação do álbum de estreia do James.

Se você estivesse andando pelas ruas de Brighton há cinco anos atrás, você poderia ter encontrado um garoto de cabelos compridos em uma esquina dedilhando um violão e cantando para qualquer um que ouvisse porque enquanto estudava na escola britânica de música moderna, James dedicava suas tardes de folga nos bares de microfone aberto.

Em 2012, James fez um trabalho árduo e agora sabemos como valeu a pena porque James fechou contrato com a Republic Records logo após de ter seu vídeo publicado no Youtube por um visitante do bar.

Desde então, o James não teve muito tempo de folga. Seu primeiro EP, The Dark of the Morning foi lançado em 2013 e no final de 2014 começou o processo do Chaos And The Calm.

 

GRAVANDO COM O KING
Uma vez que James Bay escolheu as canções para o álbum, o manager do James o ajudou fazer uma lista de produtores favoritos com que ele gostaria de gravar. “Foi uma escolha corajosa porque eu o coloquei no topo da lista pensando que todos iriam rir de mim porque para mim, ele estava muito longe alcance”, disse James.
“A gravadora me enviou alguns links do Youtube, e tinha uma demo de Collide e eu amei. Disse sim antes de terminar a demo. Eu me apaixonei pela voz e energia de James no primeiro momento!”, lembra King.

Avançando para Outubro de 2013, James estava em Nashville para as primeiras sessões de pré-produção do álbum e se encontrou com Lowell Reynolds. “Fomos até um bar de Nashville para assistir o James tocar e cara, ele foi sensacional! James me lembrou Jeff Buckley enquanto tocava sua guitarra elétrica.”

 

 

SALA DE CONTROLE ELÉTRICO
Chaos And The Calm apresenta uma linha completa de banda com contraste no cantor-compositor. Essa transição de solo depois do seu primeiro ep foi parte do plano de James. “Com o TDOTM eu só queria gravar algo que refletisse os sons que eu fazia nos Open Mics. Sempre tive uma imagem maior em mente, mas era onde eu queria começar. Esse EP foi despojado e solto, mas eu tenho muito mais em mente”, explica James. 

“James havia mandado algumas referências de canções para meu Skype”, disse King.  “Eu não gosto de fazer comparações com artistas, não gosto da ideia de copiar algo ou que tal música lembre outra, sabe?” 

 

 

INTIMIDAÇÃO DE ESTÚDIO
A maioria das gravações foram feitas no BlackBird Studio D, enquanto a sala do King foi utilizado para os overdubs e misturas.

“É um espetáculo assistir James Bay no estúdio, tanto visualmente, esteticamente e sonoramente”, disse King.

“Foi uma coisa mágica, quando cheguei no estúdio me senti uma criança em uma loja de doces. Tem suas partes assustadoras também, como a pressão e nervosismo… Depois de 3 ou 4 dias de estúdio, eu precisava respirar e aí fui ao estacionamento e encontrei Willie Nelson saindo do carro, ele é considerado o 77° melhor guitarrista de todos os tempos e eu fiquei de boca aberta! Eu o vi e tive que voltar para o estúdio e seguir em frente mesmo estando nervoso com todo o processo”, lembra James.

 

APRESENTANDO O ARTISTA
James entrou no estúdio de gravação com grande parte das músicas planejadas em sua cabeça e com demos, só que os arranjos evoluíram naturalmente durante o processo de gravação no estúdio.

“Eu diria que na maior parte do tempo, eu tinha 80% ou 90% das músicas completas na minha cabeça”, lembra James. “Mas gosto de manter minha mente aberta, e King me ajudou a aumentar os limites. Tinha músicas que não haviam nem demo… Eu pensei que iria sentar na cadeira e tocar normalmente… Get Out While You Can e Move Together são exemplos perfeitos. Montamos as coisas na hora e eu fiquei muito satisfeito com os arranjos e a estrutura da música. Com Best Fake Smile, Let It Go e Hold Back The River nós fizemos grandes mudanças nas seções das músicas… Uma faltava instrumentos, outra era mudança no vocal e outra precisava de mudança estrutural, então tudo foi muito bem trabalhado. Eu tentei criar uma coisa muito especial e queria que inspirasse as pessoas e nós conseguimos”, disse James.


IMPACTO IMEDIATO
Chaos And The Calm estava pronto para fazer um enorme impacto na industria musical. “Ele é um artista talentoso e fez um disco fantástico e estou muito orgulhoso”, disse King. “O Céu é o limite para James, e o sucesso também! Tenho certeza que quem ouvir o álbum dele pela primeira vez, irá se tornar fã logo de cara.”

 

Artigo Original via: SOS

 

Postado por
Arquivado em Destaque
24
/12/

RETROSPECTIVA ESPECIAL FINAL DE ANO: OS MELHORES MOMENTOS DE 2016 PARA JAMES BAY.

Sabemos que o ano de 2016 foi um ano incrível para o James. Por mais que ele tenha aparecido em 2014 e lançado seu primeiro álbum em 2015, ele costuma dizer que 2016 foi o ano no qual ele ‘nasceu’ para a música. E nós, como fãs, não poderíamos esquecer o quão importante foi esse ano. Fizemos uma pequena retrospectiva com os melhores momentos do James em 2016 pra compartilhar com todos e se você está lendo isso agora, é porque ajudou e apoiou o incrível trabalho do James. Confira:

 

1janeiro

JANEIRO — O ano começou maravilhoso pro James! Em Janeiro, ele fez sua primeira aparição em um importante programa de tv, o The Graham Norton Show cantando a música Best Fake Smile. Depois da apresentação, James Bay disse que era uma honra participar de um programa tão espetacular como aquele, e que para um artista em ascensão, aquilo era um sonho realizado.

2fevereiro

FEVEREIRO — Mais especificamente, no dia 15 de Fevereiro, James Bay subiu ao palco de uma das premiações mais importantes da música, o GRAMMY Awards. James performou e dividiu o palco com a cantora Tori Kelly com um dueto entre Let It Go e Hollow. A apresentação deles foi tida como uma das melhores da noite.

Logo após, no dia 24 do mesmo mês, James Bay se apresentou no BRIT Awards com uma apresentação solo de Hold Back The River e de bônus, foi convidado para fazer um dueto com o cantor Justin Bieber. Para finalizar a noite, ele levou o prêmio de Melhor Artista Britânico!

3marco

MARÇO — Em Março, fomos surpreendidos com o clipe de Best Fake Smile, clipe que atingiu mais de 1 milhão de visualizações na mesma semana de estreia! Incrível, né?

Também em Março, James Bay fez uma participação especial nos estúdios do Abbey Road, onde o mesmo conta que foi uma experiência incrível e que foi um sonho realizado para a banda inteira! Ele até se emocionou no ensaio e disse que quando começou a tocar guitarra, não esperava chegar onde chegou e que é muito grato pelo apoio dos fãs. SEU FOFO!

4abril

ABRIL — James Bay performou Let It Go com a cantora Sarah Connor e ganhou o prêmio de Artista Revelação no Echo Awards. Em uma entrevista após a apresentação, James disse que estava um pouco nervoso e que adorou conhecer Sarah e fez vários elogios à mesma.

5maio

MAIO — Um dos meses mais importantes! Ele ganhou o prêmio de Melhor Música Trabalhada com o Iain Archer pela música Hold Back The River no Ivor Novello. Pra quem não sabe, esse prêmio é escolhido pela Academia Britânica de escritores, autores e compositores de Londres, e é reconhecido como a melhor premiação britânica da atualidade, ou seja, essa premiação é dita como a mais valiosa para um artista.

6junho

JUNHO — No dia 19 de Junho, aconteceu no Canadá, o Much Music Video Awards e é uma premiação onde homenageiam os melhores vídeos do ano. Infelizmente, o James não foi indicado à nenhuma categoria, mas foi convidado para se apresentar no evento. Ele performou a música Let It Go.

7julho

JULHO — Em Julho, James compareceu aos estúdios da BBC Radio 1 para um mini-show e fez um cover maravilhoso da música Hymn For The Weekend, do Coldplay e recebeu vários elogios da banda.

Na mesma semana, James foi convidado à tocar no Good Morning America e recebeu ao vivo seu certificado duplo disco de Platina com a música Let It Go!

8agosto

AGOSTO — Em Agosto, James Bay fez seu primeiro show no Japão com os ingressos esgotados! James compareceu em várias entrevistas e conheceu vários fãs durante sua estadia no país. Tanto ele como sua equipe adoraram o país e disse que querem voltar logo pra lá.

9setembro

SETEMBRO — Em Setembro, James Bay fez um dueto em uma música do CD da cantora KT Tunstall, e foi uma das canções mais ouvidas do novo CD da cantora. A MUSICA É UMA GRAÇA!

E não podemos esquecer que em Setembro, James Bay comemorou 26 anos de idade e foi surpreendido pelos fãs na porta da BBC Radio! A reação dele foi tão incrível, que ele ficou todo vermelho em frente aos fãs! Se você quiser ver o vídeo, é só clicar aqui.

10outubro

OUTUBRO — O mês de Outubro foi um mês de realizações pro James! No dia 8 de Outubro, James Bay se apresentou no Austin City Limits, programa que tem muita audiência nos Estados Unidos e Reino Unido. James Bay contou durante uma entrevista que ele sempre assistia o programa torcendo pra ser convidado à tocar lá.

No mesmo mês, James Bay nos presenteou com o anuncio do seu lançamento do seu VINIL especial ao vivo. As faixas foram gravadas em vários shows que ele fez em sua turnê durante o ano.

11novembro

NOVEMBRO — No dia 2 de Novembro, aconteceu o Q Awards e como esperado, James Bay levou o prêmio de Melhor Artista Solo do Ano! Durante o seu discurso, James Bay pediu o fim de sites que cobram taxas no ingresso. Ele disse: “Queria pedir desculpa aos meus fãs por terem que lidar com locais de vendas secundários. Espero ver o fim deles.” O motivo dele ter dito isso, foi porque o Jack Garratt disse que não tem paciência para pessoas que tentam roubar os fãs cobrando taxas abusivas por ingressos de show. Enquanto todo mundo aplaudia, Bay acrescentou: “Obrigado aos meus fãs por ouvirem minha música, por virem ao meu show e por comprar os ingressos… Isso é muito importante!”. REI É REI, NÉ!

E no dia 25 de Novembro, James Bay foi convidado à tocar na mesma casa de show, onde fez seu primeiro show como artista, em 2013. O show foi só para alguns fãs, mas foi o bastante para criar um ar emocionante.

12dezembro

DEZEMBRO — Dezembro marca um mês não tão alegre assim. Dezembro foi o último mês de divulgação do Chaos And The Calm, e assim da turnê. No dia 8 de Dezembro foi quando ocorreu o último show desse ciclo tão incrível. 🙁 

 

E assim, terminamos nossa retrospectiva! Esperamos que 2017 seja mil vezes melhor para o James, para toda a banda e para todos nós, fãs mas acima de tudo, seres humanos. Baes, que vocês tenham um ótimo final de ano e que se divirtam muito e que possamos estar juntos no ano que vem, e com sorte, que possamos curtir uma turnê aqui pelo Brasil! Obrigada por acompanharem nosso site! Um beijo da equipe James Bay Brasil. 🙂

Postado por
Arquivado em Destaque