From the hot strobe lights and the spiked punch bliss
(Da luz estroboscópica quente e do ponche batizado com euforia)

And the long walks home in the dark we’ll miss
(E as longas caminhadas noturnas para casa que sentiremos falta)

Nobody teaches you how to reminisce
(Ninguém te ensina a relembrar)

Nobody teaches you to hurt like this
(Ninguém te ensina a machucar assim) 

Then we slide into the arms of someone else
(Então nós deslizamos para os braços de outro alguém)

Yeah, we slide into the arms of someone else
(Sim, nós deslizamos para os braços de outro alguém)

No more coked up, broke, nocturnal kids
(Não somos mais crianças armadas, quebradas, noturnas)

Was that ever even us?
(Isso era realmente nós?)

Do we know what we missed?
(Nós sabemos o que nós perdemos?)

Nobody teaches you how to win big
(Ninguém te ensina a ganhar muito)

Nobody said there’s no reverse on this
(Ninguém te diz que não há como reverter isso)

Then we slide into the arms of someone else
(Então nós deslizamos para os braços de outro alguém)

Yeah, we slide into the arms of someone else
(Sim, nós deslizamos para os braços de outro alguém)

In disguise, we get a little better at controlling ourselves around midnight
(Disfarçados, nós ficamos um pouco melhor em nos controlarmos próximo à meia noite)

Then we slide into the arms of someone else
(Então nós deslizamos para os braços de outro alguém)

Nobody wants to, nobody wants to
(Ninguém quer, ninguém quer)

Nobody wants to, nobody wants to
(Ninguém quer, ninguém quer)

Nobody wants to wake up alone
(Ninguém quer acordar sozinho)

Then we slide into the arms of someone else
(Então nós deslizamos para os braços de outro alguém)

Then we slide into the arms of someone else
(Então nós deslizamos para os braços de outro alguém)

In disguise, we get a little better at controlling ourselves around midnight
(Disfarçados, nós ficamos um pouco melhor em nos controlarmos próximo à meia noite)

But then we slide into the arms of some, someone else
(Então nós deslizamos para os braços de outro alguém)

 

*David Harris:

The weight of the world is love
(O peso do mundo é o amor)

Under the burden of solitude,
(Debaixo do fardo da solidão,)

Under the burden of dissatisfaction the weight,
(Debaixo do fardo da insatisfação o peso,)
The weight we carry is love
(O peso que carregamos é amor)
And so must rest in the arms of love at last,
(Então, no final, precisamos descansar nos braços do amor)

Must rest in the arms of love
(Precisamos descansar nos braços do amor)