Teejnepomuceno, um site de moda masculina, se encontrou com o James durante o lançamento de sua linha de roupas, e decidiu conhecer o homem por trás do artista e músico. Confira agora a entrevista traduzida pela nossa equipe:

Teejnepomuceno: Como você era enquanto crescia?
James Bay: Era um pesadelo tudo o que envolvia vida acadêmica, até mesmo na música. Eu era péssimo. Mas sempre ficava feliz quando entrava em contato com algum instrumento. Eu não era uma criança tímida, mas também não ficava pulando ao redor do palco, sabe? Eu sempre era a criança observadora – e ainda sou. Fico observando e lidando com elas.

Teejnepomuceno: Sua família ouvia muita música? Como era?
James Bay: Meus pais estavam sempre ouvindo música no rádio ou no carro e era sempre música soul ou rock como Michael Jackson ou Bruce Springsteen. Se eu estivesse em meu quarto jogando video-game, estaria no mudo com o rádio ligado. Ou eu estaria no quarto desenhando meus artistas favoritos e idealizando eles como uma criança faz.

Teejnepomuceno: Então foram esses artistas que te influenciaram como musico?
James Bay: 
Michael Jackson sim. O jeito que ele se movia no palco me inspirou muito, e a música dele mexia comigo. Depois veio o Rolling Stones, mas foi Eric Clapton com a música Layla que realmente me fez pegar o violão.

Teejnepomuceno: Os passos do Michael Jackson? Então, a imagem também é importante para você?
James Bay: 
A imagem sempre foi uma das coisas mais importantes para mim. Eu também acho que música, imagem e moda andam de mãos dadas. Sempre admirei artistas como David Bowie – sou fascinado nele e amo como ele junta música e moda. 

Teejnepomuceno: Como é sua ideia tradicional de masculinidade? Por exemplo, roupas para homens e roupas para mulheres, você acha isso necessário?
James Bay: A masculinidade, para minha geração, está deixando de significar qualquer coisa. Essas velhas ideias sobre o que significa isso estão desatualizadas. Minha coleção com a Topman sai logo e eu espero muito que as meninas olhem para ela e queiram usar tanto como os homens. É para qualquer um. 

Teejnepomuceno: O que você está ouvindo agora?
James Bay: 
Eu estou ouvindo muito Drake, Chance the Rapper e Bon Iver, mas no meio de artistas novos sempre há músicos antigos como Bowie, Jackson e Aretha Franklin.

 

Fonte | Tradução e adaptação: Equipe James Bay Brasil – Não reproduzir sem os créditos.