O cantor e compositor James Bay mostrou sua habilidade na moda e lançou uma linha de roupas em colaboração com a Topman.

Colaborando com uma das maiores linhas de roupas, James Bay desenhou uma coleção que engloba sua marca que ele intitula como uma linha de roupas universal.

“Não é destinado para adultos”, ele explica, “digo, eles são super bem vindos à usar, mas é destinada para nossa geração.”

Ele confessa que teve oportunidade de fazer uma linha de roupa de alta renda, assim como outras pessoas na industria da música, mas ele tende ser fiel à coisas mais simples. “Eu gosto de misturar roupas de alta classe e coisas simples, não vejo problema nenhum.”

Sobre o processo de criação ele conta: “Foi uma coisa diferente e rápido. Fiz com a maior vontade, mas não é tão emocionante quanto escrever uma música, por exemplo. Para mim, música vem em primeiro lugar. Mas de modo geral, moda pode inspirar e influenciar, sabe? Colocar seu coração e alma em uma música é muito diferente, mas tem sido divertido.”

“Eu cheguei a modelar para a Burberry. Eu sempre fui uma pessoa artística, sempre gostei de desenhar e pintar, então isso foi meio que normal para mim. Minha coleção de roupas foi baseada em meu estilo de moda pessoal. As coisas que eu uso no palco são as mesmas que eu uso em casa.”

“Estou muito orgulhoso dos designes que fiz dos casacos. Eu abusei do meu vicio de usar jaquetas” (risos).

Mas para Bay, o que realmente o inspirou nessa coleção?

“Quando tinha 15 anos, The Kooks e Kings Of Leon eram as bandas mais legais do mundo, por assim dizer, e eles se vestiam incrivelmente bem também – eu percebi isso, e foi todo esse tipo de coisa que me inspira no jeito de me vestir.”

Como qualquer outro artista, ele envolveu uma mensagem dentro da coleção que é: Let’s be incomplete.

“A ideia de perfeição ou de estar completo não existe. Isso nem é real. Isso é poético, então vamos abraçá-la. Isso sou eu falando da letra, é a mesma coisa que tem no contexto da música e eu coloquei nas roupas. Me sinto orgulhoso de usá-lo em um sentido alternativo.”

Dado que seu álbum de estreia foi lançado há dois anos atrás, é impossível não perguntar sobre o sucessor de Chaos And The Calm: “Está dando tudo certo, estou animado. Não posso te dizer mais do que isso, por mais que eu queira, acredite. Nós terminamos a turnê em Dezembro e eu tenho gasto todos os meus minutos escrevendo para o próximo álbum. Eu tive e tenho muitos projetos fora da música, mas tudo o que eu quero é fazer coisas novas.”

“Tive ótimos e emocionantes momentos na turnê, porque no final do dia, eu amo cada nota das minhas canções do meu álbum. Elas significam muito para mim. Eu até tive mais ofertas para fazer turnê dele, mas eu disse que precisava parar um pouco. Eu super entendo e aprecio cada ciclo do álbum, mas eles precisam durar no máximo 1 ano e 8 mês e depois irem embora.”

Ele nos prometeu que usará sua linha de roupas quando voltar aos palcos, então só podemos esperar e torcer para que seja logo!

Fonte | Tradução e adaptação: Equipe James Bay Brasil – Não reproduzir sem os créditos.