Como parte das comemorações do décimo aniversário do Communion, James Bay foi convidado a voltar para o local onde tudo começou pra ele. Abaixo, você lerá uma resenha do show que foi traduzida pela nossa equipe e retirada do site The Up Coming e escrita pelo jornalista Jack Cloves.

 

Era 25 de Novembro de 2013, quando o Communion teve a grande oportunidade de oferecer ao James seu primeiro show como artista em ascensão e, a partir desse dia, as coisas tem sido maravilhosas para James Bay.

Depois de uma rápida visita ao bar e conversa com os fãs, aqueles que esperavam ansiosamente por James, que vestia sua camiseta da Beyoncé, e a sua assinatura, o famoso chapéu.

James Bay subiu ao palco do Slaughtered Lamb por volta das 22 horas acompanhado de sua guitarra e seu setlist, o mesmo de 3 anos atrás e eu nem preciso dizer o que aconteceu, certo?! Os fãs tiveram a oportunidade de ouvir as músicas do B-Side, como Clocks Go Forward. Como esperado, James também tocou seus hits, como Let It Go, Move Together e foi uma coisa super emocionante e intima.

Na sequência, James fez um cover de Something, dos Beatles e disse que irá se ausentar um pouco para trabalhar no segundo álbum, mas que promete que irá voltar o mais rápido possível.

O concerto foi quase o mesmo de 2013: as músicas incríveis, o artista com paixão por aquilo que faz e os ingressos esgotados – A verdade, é que isso é só uma vitrine para mostrar que James Bay tem muito mais para oferecer.

 

Abaixo, veja as fotos do show de ontem l Communion, 25/11.